Filtros
Fechar Menu

PROTEJA-SE CONTRA OS PRODUTOS SINTÉTICOS

Postado por sonbeauty

A grande maioria dos cosméticos, itens de beleza e higiene pessoal possuem matérias-primas sintéticas em sua composição, ou seja, aquelas obtidas por síntese química de componentes não naturais. Essas substâncias químicas são prejudiciais á saúde, danificando o corpo humano e podendo causar problemas de fígado, rins e pulmão, além de anormalidades no sistema reprodutivo e no desenvolvimento sexual.

Exemplos dessas substâncias tóxicas e de como podem danificar o corpo seguem abaixo.

Ftalatos: 
Os ftalatos são insumos utilizados na  produção de loções, tinturas para cabelos, xampus, desodorantes, repelentes de insetos, spray para cabelos e esmalte de unhas. Essa classe de substâncias tóxicas causa ruptura hormonal, podendo impedir a ovulação e a produção de estradiol, assim como pode contribuir para a síndrome do ovário policístico. Em ratos, os ftalatos causam aborto espontâneo e defeitos congênitos. 
O dietilftalato (DEP) é utilizado em numerosos produtos perfumados como sabonetes, loções e perfumes. Outros ftalatos que podem ser encontrados nos produtos de beleza são: butilbenzilftalato (BBP), di(n-butil) ftalato (DBP), di(2-etilhexil) ftalato (DEHP) e dietilftalato (DEP).

Derivados do petróleo:
Diversas substâncias químicas, como o óleo mineral, são derivadas do petróleo e estão presentes na maioria dos cosméticos devido à sua propriedade emoliente, ou seja, hidratante para a pele. 
Estudos recentes associam esses componentes ao aumento da mortalidade por diversos tipos de câncer, como o de estômago, pulmão e leucemia. Essas doenças são causadas pela presença de um composto cancerígeno chamado 1,4 – dioxano. A identificação da presença desse componente em um cosmético é bem simples, basta procurar, no rótulo, as palavras paraffin oil e mineral oil.

Formaldeído: 
O formaldeído ou formol é um composto cujos vapores causam depressão, fadiga, memória fraca, dores de cabeça, asma, tosse, erupções cutâneas e muitos outros problemas. É encontrado em xampus, condicionadores e em cosméticos em geral. Essa substância tóxica tem sido vinculada à perda de fertilidade, ao aborto espontâneo e à endometriose.

Parabenos:
O parabeno é um conservante com propriedades estrogênicas, comportando-se como se fosse um hormônio feminino, o estrogênio. 
Muitos produtos cosméticos, como desodorantes, contêm parabenos e o seu uso deve ser reavaliado. Estudos recentes levantaram a hipótese de que a aplicação dessa substância na área axilar pode estar associada ao aumento da incidência de câncer de mama. Os parabenos podem ser identificados nas formulações de cosméticos e desodorantes com diversas nomenclaturas: parabens, methylparaben, ethylparaben, propylparaben e butylparaben.

A questão não é “se” estamos intoxicados, mas “o quanto” intoxicados e "como" essa toxicidade está nos afetando. 
Você pensa que está seguro e longe dessas substâncias tóxicas?
No armário do banheiro, certamente encontrará as substâncias citadas acima em vários produtos, basta ler a composição química nos rótulos.

 

Deixe seu comentário.
Comentários
01/05/2016 18:47
Gostei do texto